Morre Ravi Shankar


Ravi Shankar morreu aos 92 anos em San Diego (EUA) nesta terça (11)

É, 2012 tem que acabar logo… porque esse ano já está se passando já…

Já é de madrugada, mas acabo de ver no Facebook pelo meu celular, na fanpage oficial do músico, um comunicado sobre o falecimento de Pandit Ravi Shankar ou como era seu nome de verdade, RObindro Shankour Chowdhury,  Pandit é um título, uma espécie de guru, professor, aquele que ensina.

“It is with great sadness the we mark the death of Pandit Ravi Shankar, Sitar virtuoso, cultural ambassador, teacher, friend and inspiration to all of us. But it is with great joy that we celebrate his life of 92 years and its uncompromising dedication to musical collaboration beyond national boundaries, virtuosity in every creative endeavor and a fundamental love of Gurukul teaching of Indian classical music forms”

No último dia 6 de dezembro, Shankar deu entrada no Scripps Memorial Hospital, em La Jolla, San Diego, Califórnia, depois de ter complicações respiratórias. Morreu as 16h30 (Horário do Pacífico) aos 92 anos.

Ravi Shankar tinha 92 anos e foi um dos mais importantes músicos do mundo no século 20. Foi um verdadeiro porta bandeira da cultura indiana e era um dos maestros e músicos mais respeitados em todo mundo. Ravi ficou conhecido pelo seu verdadeiro virtuosismo com sua sitar. Começou a despertar interesse mundial ainda nos anos 50, mas foram nos anos 60 que sua música e sua cultura explodiram pela Europa e América do Norte. Em 1965 ficou amigo de George Harrison, guitarrista dos Beatles que logo depois, se tornou seu aprendiz.

Com George Harrison, o Ravi e outros músicos indianos, foram inseridos definitivamente na música do ocidente. Ele participou de diversos festivais dos anos 60, mas sua mais importante apresentação, foi no Woodstock, em 1969. Em 1971, participou ao lado de George Harrison e outros grandes nomes da música pop, do Concert For Bangladesh. Ideia dele para George, que se sensibilizou com a fome e a tragédia humana que acontecia nos arredores de Bangladesh nos anos 60.
George Harrison y Ravi Shankar - Collaborations CD + DVD

Ainda nos anos 1960 virou mentor do beatle George Harrison

Além do concerto, ao lado de George, Ravi gravou álbuns e participou de aberturas de diversos shows de músicos do rock mundial.

Teve três filhos, um deles já falecido. É pai de Anoushka Shankar, que se tornou uma excelente música de sítar e é pai também da cantora pop Norah Jones.

Um de seus trabalhos mais importantes era o de ensinar. Ravi foi professor de diversos personagens do pop, mas também de muitos músicos indianos. Em 2002, organizou ao lado de Eric Clapton o Concert for George, em memória a morte do amigo beatle. Para este show no Albert Hall, Anoushka e Ravi, compuseram canções especiais para o evento.

Mais um grande nome da música que parte em 2012… infelizmente…  mas como diz o comunicado. Vamos celebrar a vida e a obra deste grande mestre.


Comente

Cometários